Reunião

 

3º BIKE LUZ - 2011

Caminho da Luz - Tombos a Alto Caparaó (MG)
julho 2011

Todos os anos um grupo de valentes ciclistas abandonam o conforto de seus lares para pedalar por 4 dias entre serras e vales de Minas Gerais. Como “descanso”, no quinto dia sobem a terceira maior montanha do Brasil numa longa caminhada.

Dito assim parece coisa para atletas ou  profissionais da aventura. Mas não se trata de nada disso, na realidade somos pessoas comuns, das mais diversas profissões e idades, e simplesmente buscamos na bicicleta um maior contato com a natureza, além de boas amizades.

O trajeto do Bike Luz é o Caminho da Luz. Tem início na cidade de Tombos e percorre 180 km até a cidade de Alto Caparaó (última cidade antes da entrada do Parque Nacional de Caparaó, onde se situa o Pico da Bandeira). O roteiro é todo sinalizado por setas amarelas e as pedaladas são sempre por estradinhas de terra, a maioria delas cortando fazendas de café e de leite.

Pouco a pouco, deixamos todos aqueles medos de cidade que nos rondam e vamos nos inserindo no cenário local. Sem espaço para preocupação com segurança, trabalho e outras mazelas do dia a dia, nossa cabeça passa a focar coisas de real valor como uma bela paisagem, o barulho de uma queda d’água, ou vôo de um pássaro desconhecido. Passamos também a notar mais a presença dos outros e dar a devida importância a todos que nos cercam.

O grupo, bastante heterogêneo, logo se enturma e parece já ter chegado todo junto. A impressão para quem está de fora, deve ser de uma classe de crianças viajando de férias. Muita risada, muita brincadeira e muita bicicleta. A alegria está estampada no rosto de cada um.

O dia passa entre subidas intermináveis, descidas memoráveis. E claro, pausas, muitas pausas. Pausa para fotografar, para comer, prosear, tomar água, prosear mais um pouco e também pausa para descansar dessas árduas tarefas. Entramos no ritmo e não nos preocupamos com mais nada, simplesmente em sentir o tempo passar e desfrutar do momento, sem pressa.

A vida simples e difícil de quem mora naquelas serras, distantes de muitas facilidades modernas as quais muitas vezes nos tornamos escravos, nos dá um tapa na cara. Serve como reflexão de como temos levado nossa vida e do que realmente precisamos para sermos felizes.

As vilas e cidadezinhas vão ficando para trás. Tombos, Catuné, Pedra Dourada, Faria Lemos, Carangola, Caiana, Espera Feliz, Galiléia e finalmente Alto Caparaó. Esta última nos espera com uma derradeira subida de despedida. Chegar até ali é momento especial para todos, sem exceção. Alguns mais outros menos, mas todos tiveram que superar limites para chegar ao final. A cada um que chega, os aplausos merecidos e sinceros dos outros participantes ajudam a aliviar o cansaço e amplificar a emoção.

A sensação é única, nunca um tempo é tão bem aproveitado como numa viagem, ainda mais de cicloturismo...

Um agradecimento especial a todos os participantes, pelo bom humor, disposição e companheirismo, que fizeram do evento um momento especial.

Número de participantes: 50
Estados participantes: São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Goiás e Pará.
Distância percorrida: 180km de bicicleta e 18km a pé.
Ascensão total: 3500m de bicicleta, 1000m a pé.

Organização: ABRALUZ Associação Amigos do Caminho da Luz, Agência Rastro de Luz e Clube de Cicloturismo

Caminho da Luz
Um roteiro de peregrinação implementado em 2001. Em 2009 foi declarado Patrimônio Cultural do Estado de Minas Gerais. Pode ser percorrido durante todo o ano a pé, a cavalo ou de bicicleta. O peregrino recebe uma credencial a ser carimbada durante o caminho nos locais de pernoite ou refeição. Ao apresentar a credencial preenchida o peregrino recebe um certificado de conclusão do Caminho.
www.caminhodaluz.org.br

 

eventos - home